Carro elétrico, ele existe e funciona!

By -

palio_weekend_elétrico_010Modelo de carro elétrico lançado pela Fiat em 2006 é utilizado como meio de transporte na hidrelétrica Itaipu e também pelos outros parceiros do projeto

Fotos: Divulgação

Depois de um dia de trabalho, enfrentado o anda e para dos congestionamentos, você chega em casa e encosta o carro. Antes de entrar, você liga uma ponta de um fio na entrada do bocal do tanque, e a outra naquela tomada escondida no canto da garagem. Pronto! Depois de oito horas o carro esta ‘abastecido’ para enfrentar outro dia de anda e para no transito caótico de uma grande cidade, sem emitir 1 miligrama de poluente.

palio_weekend_elétrico_005Com esta introdução, o leitor deve imaginar que falamos de veículos em testes nos grandes centros como os da Europa e Estados Unidos. Se você pensou isso, enganou-se! Este veículo existe, é o Palio Weekend Elétrico, desenvolvido no Brasil pela Fiat Automóveis, em parceria com a hidrelétrica Itaipu Binacional e a empresa suíça KWO.

O motor que equipa o modelo oferece potência máxima de 15 Kw, o equivalente a 20 cavalos, e torque máximo de 50 newton metro (5,1 kgfm). Ele acelera de 0 a 60 km/h em 9 segundos e leva o veículo a velocidade máxima de 100 km/h.

palio_weekend_elétrico_009 

Para ter as dimensões reduzidas, este propulsor é refrigerado a água, e alimentado por uma bateria fabricada na Suíça 100% reciclável, pois utiliza cloreto de sódio.

Um detalhe interessante, apesar de usar eletricidade como combustível, o modelo preservou o tradicional sistema elétrico de 12 volts, o qual alimenta lâmpadas, faróis e sistema de som.

Assim foram abolidos, filtros (ar, óleo e combustível), óleo lubrificante do motor, velas, correias, sensores de ar, temperatura, entre outros componentes. O motor elétrico também não usa caixa de câmbio. A transmissão do carro é composta por um redutor de engrenagens e o diferencial, responsável por levar a força para as rodas dianteiras. No lugar da tradicional alavanca um artefato do tipo joystick que pode ser utilizado em três posições: Drive, Neutro e Ré.

palio_weekend_elétrico_006 

A carroceria do Fiat Palio Weekend Elétrico, fabricada em Betim (MG), é idêntica a utilizada pelo modelo com motor a combustão. Sua linha de montagem fica na usina hidrelétrica Itaipu, lá são colocados motor, transmissão e baterias, específicos da versão elétrica. Para adequar-se a nova configuração, os sistemas de freios e suspensões foram recalibrados.

palio_weekend_elétrico_014

Em principio, ao simplesmente olhar o Palio Weekend, ele é idêntico ao modelo vendido nas concessionárias Fiat de todo o Brasil. A grande diferença é percebida ao dirigir este carro. Não há barulho, o que se ouve, com os vidros abertos, é o ruído dos pneus em contato com o solo.

palio_weekend_elétrico_017E a performance é semelhante a dos carros equipados com propulsor 1.0L, enfim, é um ótimo meio de locomoção para circular nas grandes cidades, onde o transito é lento, sem poluir o meio ambiente.

palio_weekend_elétrico_018O carro elétrico, ainda não tem ar-condicionado e direção hidráulica, e segundo os engenheiros da Fiat, estes equipamentos estão em desenvolvimento. O mesmo acontece com a bateria, a atual pesa 165Kg, mas o objetivo é reduzir o tamanho e aumentar autonomia.

 DSC05472No total são 21 Palio Weekend Elétrico já produzidos, os quais são utilizados pelas empresas parceiras do projeto: Itaipu Binacional, KWO, AMPLA, CPFL, Copel, Eletrobrás, Cemig e a Fiat. A projeção é de produzir 50 veículos até o primeiro semestre de 2010.

Com preço médio de R$ 140.000, o modelo já está homologado, porém ainda não é comercializado ao grande público.

Ficha técnica

FIAT PALIO WEEKEND ELÉTRICO

Motor

Tipo

Elétrico Asíncrono Trifase

Potência Nominal

15 Kw (20 cv)

Potência Máxima

28 Kw (37,8 cv)

Torque Nominal

50 Nm (5,1 kgfm)

Torque Máximo

124 Nm (12,6 kgfm)

Alimentação

Combustível

Energia Elétrica

Bateria

Sódio-Níquel-Cloro

Tensão

253 V

Energia

19,2 Kwh

Tempo de Recarga

8 horas

Câmbio

Número de marchas

Drive, Neutro e Ré

Tração

Dianteira

Sistema de freios

De serviço

Hidráulico com comando a pedal.

Dianteiro

A disco maciço (Ø de 257 mm) com pinça flutuante

Traseiro

A tambor (Ø de 228 mm) com sapata autocentrante e regulagem automática de jogo

Suspensão dianteira

Tipo

MacPherson com rodas independentes, braços oscilantes inferiores transversais, com barra estabilizadora

Amortecedores

Hidráulicos, telescópicos de duplo efeito

Elemento elástico

Molas helicoidais

Suspensão traseira

Tipo

Com rodas independentes, braços oscilantes inferiores longitudinais e barra estabilizadora

Amortecedores

Hidráulicos, telescópicos de dupla efeito, tipo WET

Elemento elástico

Molas helicoidais

Peso do veículo

Em ordem de marcha

1180 Kg

Carga útil (com condutor)

310 Kg

Dimensões externas

Comprimento do veículo

4.237 mm

Largura do veículo

1.639 mm

Altura do veículo (vazio)

1.504 mm

Distância entre-eixos

2.437 mm

Bitola dianteira

1.418 mm

Bitola traseira

1.420 mm

Desempenho

Velocidade máxima

100 km/h

0 a 60 km/h

9 s

Autonomia

Circuito misto urbano/rodoviário

120 km

autoagora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *