Lançamentos: Cruze, o novo sedã da Chevrolet

By -

DSC_4938 aFabricado em São Caetano, chega ao Brasil o carro vendido em 70 países. Ele é equipado com um novo motor e transmissão de seis marchas
Por: Edison Ragassi, de Düsseldorf, Alemnha*
Fotos: Divulgação/ ER  
No último dia 10 de setembro, em Düsseldorf na Alemanha, a General Motors do Brasil mostrou para a imprensa especializada brasileira o Chevrolet Cruze.
DSC_7470O sedã é um modelo global da marca, comercializado em 70 países. A frente tem grade bipartida logotipo Chevrolet ao centro, o conjunto ótico termina em cunha nos para-lamas dianteiros.
DSC_4824 a

A lateral deve ser observada desde a curvatura do teto, pois forma um ‘D’ junto com a área envidraçada. Na região das portas o desenho tem apenas um vinco suave acima das maçanetas. As rodas são de liga leve aro 17, fixadas por cinco parafusos com desenho exclusivo e pneus 225/50 R17.
DSC_7162

A traseira usa as lanternas com duas formas circulares niveladas a superfície da carroceria. Elas invadem a tampa do porta-malas, um friso cromado aparece acima da região da placa e a gravata Chevrolet ao centro.
DSC_4947

Tem comprimento total de 4.600 mm, distância entre os eixos de 2.685 mm. A largura total da carroceria é de 2.098 mm e altura de 1.475 mm. O porta-malas oferece capacidade de 450 litros para carga.
DSC_2251

O interior usa o conceito de dual cockpit, ou seja, espaço planejado para cada um dos ocupantes.  Os mostradores do velocímetro e conta-giros são analógicos, com indicadores auxiliares do nível de combustível e da temperatura do motor.

DSC_2332

A iluminação de fundo é feita por diodos de tipo LED em tom branco e azul (Ice blue). Entre estes mostradores, uma tela de cristal líquido no centro do painel de instrumentos, que exibe as informações do computador de bordo.
O ar-condicionado tem comandos eletrônicos e inclui função AQS (Air Quality System), que mede a qualidade do ar externo e ativa a recirculação do ar, em caso do mesmo estar poluído.

DSC_2304

O sistema de entretenimento integrado utiliza-se de uma tela de 7 polegadas, localizada no console central, o sistema de navegação oferece mapas do Brasil e da Argentina, e mais de 4 milhões de pontos de interesse. Ele mostra indicações para postos de gasolina, quando o tanque do carro entra na reserva. Além disso, dispõe de rádio com leitor de CD e MP3.

DSC_2108

A versão LT sai de fábrica com um amplificador de quatro canais e seis alto-falantes. Já o modelo LTZ, oferece um sistema Premium de áudio que inclui uma entrada USB para conexão de dispositivos móveis. O forro dos bancos pode ser de tecido e couro preto na versão LT ou couro cinza na LTZ.
DSC_1700

O sedã traz embaixo o do capô o novo motor 1.8 litro Ecotec6, com taxa de compressão de 10,5:1. Seu cabeçote possui duplo comando de válvulas continuamente variável (Dual CVVT), o coletor de admissão também é variável. O coletor “curto” é mais utilizado em altas velocidades, já nas baixas rotações, ele se torna “longo” e privilegia torque e força.

DSC08634Este propulsor traz ainda bielas forjadas, ao invés de fundidas, o que segundo os fabricantes, garante mais durabilidade, o cabeçote e cárter são feitos de alumínio o bloco em ferro. Eles contam com galerias internas para refrigeração especialmente desenhadas de modo que a temperatura no cabeçote seja menor e permita um maior avanço de ignição.

Outra diferença está na bomba d’água, ela é montada no bloco e não é acionada pela correia dentada, pois é movida pela correia secundária (ou de acessórios), o que facilita na hora da manutenção, já que o acesso ao componente ficou mais fácil. 
DSC_2867

A transmissão de seis velocidades manual ou automática (nesta segunda com opção de mudanças sequenciais), também é nova. A caixa se adapta ao estilo de condução e conta com um sensor de inclinação que modifica as marchas segundo a necessidade. Em uma descida, mesmo sem a intervenção do motorista, ela reduz para ajudar a segurar o carro e nas subidas, evita trocas desnecessárias. 

DSC_7371

O 1.8 Ecotec 6 do Cruze entrega 144 cavalos abastecido com etanol e 140 cv ao usar gasolina, ambas as potências disponíveis a 6.300 rpm. O torque máximo, ao usar o combustível vegetal é de 18,9 kgfm, ele aparece a 3.800 rpm. Com gasolina é de 17,9 kgfm, na mesma rotação, mas 90% da força está disponível em 2.200 rpm.
DSC08633

O novo sedã da Chevrolet usa suspensão dianteira do tipo McPherson, as molas têm um formato especial e buchas hidráulicas de fixação dos braços inferiores da suspensão ao sub-chassi. A suspensão traseira é do tipo Z-link, com barra de torção especial em ‘U’, construído com duas camadas.
DSC_7156

O Cruze sai de fábrica equipado com freio a disco nas quatro rodas, sistema ABS, controle de tração e de estabilidade, direção assistida eletricamente e air bag.
DSC_7049

Seu preço sugerido para venda na versão de entrada LT é de R$67.900 (manual)/ R$ 69.900 (automático) e R$ 71.900 (automático e acabamento interno em couro). O topo de linha LTZ custa R$ 78.900, tem câmbio automático, acabamento em couro, sensor de aproximação para abertura das portas e ignição, aliás, equipamento usado só no carro vendido no Brasil, entre outros itens.
DSC_6279

As expectativas dos executivos na marca no Brasil são grandes. Com o Chevrolet Cruze, eles esperam desbancar a supremacia dos concorrentes japoneses Civic e Corolla.
*Viagem feita a convite da General Motors do Brasil

autoagora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *