Lançamentos: X-Gear, familiar e descolado

By -

OLP_3493Monovolume lançado pela Nissan é voltado para aquelas famílias que os integrantes surfam, mergulham, andam de skate, mas não abrem mão de conforto e requinte
Fotos:Divulgação
X-Gear é o irmão ‘descolado’ da família de monovolumes Livina, que a Nissan lançou em São Paulo. O modelo é produzido em São José dos Pinhais, no Paraná, fato que a montadora faz questão de especificar, em toda a campanha de divulgação e adesivo colocado no vidro traseiro do automóvel.OLP_3554
Para deixar o Livina com visual robusto e esportivo, os designers projetaram novos para-choques com grandes áreas centrais e molduras na cor preta e prata nas partes inferiores. A peça dianteira tem na parte inferior os faróis de neblina, os quais são itens de série. Também usaram desenho exclusivo para as rodas de liga leve aro 15”, molduras na cor preta distribuídas pelas caixas de rodas e laterais inferiores. Incluíram barras de teto que podem levar pranchas de surfe ou bicicletas e adesivo ‘X-Gear’ nas laterais, estes usados só na versão brasileira do modelo, já que ele também é fabricado e comercializado em países como África do Sul, Egito, Indonésia, China. 
Visto de frente, o Livina X-Gear lembra o Sandero Stepway, natural, pois, Renault e Nissan são aliadas. Grandes faróis, embutidos nos para-lamas, grade cromada com o símbolo Nissan ao centro, capô com dois vincos nas extremidades e outros dois ao centro.OLP_4093
A lateral tem grande área envidraçada, vincos acima das maçanetas, lâmpadas repetidoras nos para-lamas e os protetores em cores escuras contrastam com as partes metalizadas. 
Na traseira, o vidro é grande, as lanternas não invadem a tampa, esta ostenta na esquerda a inscrição Livina X-Gear, ao centro Nissan com moldura preta, mesma cor usada na maçaneta de abertura, a direita SL (quando esta for a OLP_4191versão) e Flex Fuel na plaqueta prata com aba azul claro. 
Já no interior, predominam os tons escuros nos bancos, consoles, painel e portas, estes dois últimos com detalhes prata semelhantes aos usados no Grand Livina.  Acabamento de couro no volante e nas versões SL bancos com detalhes plissados.
As medidas são as mesmas dos irmãos ‘caretas’, 4,27 m de comprimento, 1,69m de comprimento (sem os espelhos), 2,60m de distancia entre os eixos, altura de 1,60m (sem as barras no teto) e distancia mínima do solo de 165mm. Estas medidas proporcionam ao X-Gear oferecer 449 litros de capacidade volumétrica no porta-malas e ótimo espaço para o motorista e passageiros. OLP_4152
São duas as opções de motores, ambos Flex: 1.6 16V (o mesmo usado nos carros da Renault), o qual oferece 104 cv (G) / 108 cv (A) a 5.750 rpm com torque de 14,9 kgfm (G) / 15,3 kgfm (A) a 3.750 rpm, e o mais forte 1.8 16V com 125 cv (G) /126 cv (A) a 5.200 rpm e força de 17,5 kgfm a 4.800 rpm (álcool/ gasolina).
Por entender que já se trata de um veículo alto, não foram feitas modificações na suspensão. Usa sistemaOLP_4199 independente, tipo McPherson, barra estabilizadora com molas helicoidais na dianteira e eixo de torção, barra estabilizadora e molas helicoidais na traseira.
A versão de entrada, 1.6 16V do Livina X-Gear tem preço sugerido de R$51.700, ela traz de série: ar-condicionado, rodas de liga leve de aro 15 pneus 185/65, air bag frontal para motorista, direção elétrica com assistência variável, vidros dianteiros e traseiros elétricos com função one touch para vidro do motorista, travamento central interno das portas e do porta-malas, tampa de combustível com abertura interna, display digital de quilometragem total e parcial e mensagens de alerta, volante de três raios com regulagem de altura, desembaçador do vidro traseiro com temporizador, entre outros itens.
O 1.6 16V SL custa R$57.900, nele foram acrescidos, além dos itens do modelo de entrada, freios ABS/EBD eOLP_4226 assistência de frenagem (BA), air bag frontal para o passageiro, travamento automático das portas com veículo em movimento, abertura e fechamento das portas com sistema Keyles, rádio AM/FM/CD player com função MP3, entrada auxiliar para MP3/iPod, 4 alto-falantes e bancos de couro.
E a topo de linha 1.8 16V SL, comercializado a R$63.700, tem todos os itens de conforto, segurança e conveniência e câmbio automático de quatro marchas com funçãoOLP_4271 overdrive, alarme perimétrico e dispositivo I-Key (Intelligent Key ou chave inteligente). Ele permite o destravamento das portas a uma distância de até 80 cm, sem a necessidade de tirar a chave do bolso. As maçanetas das portas trazem antenas embutidas, que recebem o sinal de comando da chave. O usuario precisa apenas pressionar um pequeno botão ao lado das fechaduras para abrir as portas rapidamente, sem grande esforço. OLP_8841 Para dar a partida no motor, também é dispensada a introdução da chave no miolo da ignição.
A versão utilizada por Auto Agora no teste drive promovido pela Nissan para a imprensa especializada foi a 1.8 SL com transmissão automática.
O inicio do teste aconteceu na região da Vila Olympia, bem ao lado da Marginal Pinheiros. E logo na saída, o trânsito caótico da sexta-feira, fez com que ficasse evidente a configuração urbana do X-Gear. No anda para, ele mostrou-se bem confortável. OLP_4289
O veículo não tem ajuste de altura no banco do motorista, nem de profundidade no volante, o que pode desagradar quem tem estatura abaixo de 1,80m, o que não é o meu caso.
Depois de passar pelo congestionamento da Marginal, o percurso foi feito pela Rodovia Castelo Branco, até a cidade de Itu.
Apesar de ter câmbio automático, pelo menos no arranque, a resposta é rápida, porém ao realizar uma ultrapassagem, mesmo no módulo D (ainda pode ser usada a posição 1 e 2),  o giro do motor sobe rápido, e aí fica aquela impressão de que ele está ‘pensando’, para realizar a mudança, o que não compromete a aceleração.OLP_4174
Ao enfrentar curvas é estável, passa muito segurança ao condutor. E no final do percurso, um pequeno trecho na terra, por onde ele passou muito bem, apesar de o monovolume não ter sido projetado para isso. Merece uma avaliação mais detalhada, mas em principio, a sensação é de que a Nissan acertou neste produto.
Comercializado com três anos de garantia, segundo Mário Furtado, gerente de marketing de produto da empresa, não há diferenças nos custos de manutenção para a linha Livina.  OLP_4262
A fabricante considera que o Kia Soul, Honda Fit, Citroën XTR, Fiat Idea Adventure e Peugeot 207 SW Escapade, são os principais concorrentes do monovolume X-Gear.
Em 2006, a Nissan do Brasil anunciou um ousado plano de investimentos para o região do Mercosul, chamado de SHIFT_mercosul. Ele serviu para a nacionalização de produtos, ampliação da rede de concessionárias, pós-venda e lançamento dos modelos Tiida, Sentra, X-Trail, Murano, nova Frontier, Livina, Grand Livina e por fim o Livina X-Gear. “Esta é a conclusão de uma etapa de crescimento da Nissan do Brasil. Vamos passar de 1% de market share no mercado brasileiro este ano”, afirmou o presidente da empresa, Thomas Besson.OLP_4129
E para quem pensa que parou por ai, Besson confirmou que em 2010, outro plano será apresentado. Também deixou no ar que os próximos esforços serão para desenvolver um veículo de entrada.

autoagora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *