Lançamento: Peugeot 408 para esquentar o segmento dos médios

By -

32Com vários itens de série, sedã médio da Peugeot é um veículo mundial com soluções especificas para o mercado brasileiro
Fotos: Divulgação  
No Rio de Janeiro, a Peugeot reuniu a imprensa especializada dia 16 de fevereiro, para lançar o sedã médio 408. O carro é fabricado na Argentina, mas trata-se de um modelo mundial da fabricante francesa. Participaram do projeto os Centros de 3Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo no Brasil, Argentina, China e França.
Design, acabamento interno, espaço para os ocupantes, amplo pacote de equipamentos de série, foram itens prioritários no processo de desenvolvimento.
O propulsor Flex é construído com bloco, pistões e outros componentes em alumínio. Abastecido com etanol, este 2.0L16 V tem potência de 151 cv a 6.000 rpm e 143 cv a 6.250 rpm com gasolina. O torque máximo é de 22 kgfm (E)/ 20 kgfm (G) a 4.000 rpm. A suspensão dianteira é do tipo pseudo McPherson invertido,28 o sistema traseiro é composto por uma travessa deformável e uma barra estabilizadora integrada. A direção tem assistência eletro-hidráulica de informação. São duas as opções de transmissão, manual de cinco velocidades e Automática Sequencial Tiptronic System Porsche, esta segunda ganhou um novo conversor de torque.
O Peugeot 408 versão Allure com câmbio manual tem preço sugerido para venda de R$ 59.500 e com câmbio automático R$ 64.500. Ele vem equipado com freio a disco nas quatro rodas, air 17bags frontais, luzes de neblina, freios ABS com AFU, travamento automático das portas e porta-malas, ar-condicionado, banco do motorista com regulagem de altura, sistema de som com rádio CD player e Bluetooth, coluna de direção com regulagem de altura e profundidade, computador de bordo, porta-luvas refrigerado, vidros elétricos, volante revestido em couro e a lâmpada repetidora na haste do espelho retrovisor externo.  Com acabamento Feline (automático) custa R$ 74.900. A opção Griffe (automático), topo de linha sai por R$ 79.900. “O produto tem preço, equipamentos, um design bonito, o veículo é espaçoso, mas, além disso, nós precisamos ganhar a confiança do consumidor neste segmento muito competitivo onde as marcas 25japonesas são muito fortes”, declara Guillaume Couzy, presidente da Peugeot do Brasil. Para chamar a atenção dos consumidores, a empresa tem uma estratégia diferenciada. “Nós oferecemos três anos de garantia, os preços de nossas peças de reposição foram reposicionados e nossa cesta de peças com 103 itens é a mais competitiva do mercado. Isso foi feito para acabar de uma vez com a ideia de que um veículo da Peugeot tem custo alto de manutenção”, declara o executivo.
Assim, as três primeiras revisões, feitas a cada 10 mil quilômetros o proprietário do 408 vai gastar R$ 730,00. A expectativa da fabricante com o modelo é grande, tanto que promete ainda para este ano, uma versão equipada com o propulsor 1.6 L Turbo High Pressure de 165 cv, o mesmo que equipa o crossover 3008.

182021

autoagora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *