Lançamento: Jeep Renegade

By -

Jeep Renegade

O utilitário esportivo da Jeep chega com três versões de acabamento, duas opções de motor, câmbio manual, automático de 6 e 9 marchas, com tração 4X2 e 4X4

Por: Edison Ragassi/ Fotos: Divulgação

Dia 24 de março a FCA- Fiat Chrysler Automobiles, apresentou o Jeep Renegade para a imprensa especializada do Brasil e América latina, no Rio de Janeiro. O utilitário esportivo (SUV) é um veículo mundial do Grupo, primeiro modelo produzido nas novas instalações da unidade industrial localizada em Goiana, Pernambuco.

Renegade_Trailhawk-foto_Marcos_Camargo (16)Tem visual robusto, no primeiro olhar percebe-se que é um Jeep, frente com faróis arredondados, grade na cor preta e para-choques grandes.

Renegade_Trailhawk-foto_Marcos_Camargo (17)

Nas laterais caixas de rodas com molduras e na traseira, as lanternas quadradas têm um ‘X’ no centro.

Renegade_Trailhawk-foto_Marcos_Camargo (14)Seu comprimento é de 4.232 mm, a largura chega a 2.018 mm, altura de 1.666 mm, para uma distância entre os eixos de 2.570 mm. A capacidade do porta-malas é de 260 litros, ao rebater os bancos chega a 1.300 litros e o tanque de combustível recebe até 60 litros. Tem altura mínima do solo de 177 mm, ângulo de ataque de 20,4°, ângulo de saída de 29,4° e ângulo de rampa de 21,3°.

Jeep RenegadeNo SUV a Jeep utiliza suspensão McPherson independente na dianteira e traseira, braços oscilantes inferiores, com geometria triangular e barra estabilizadora na frente e com links transversais/laterais e barra estabilizadora na parte de trás. Os amortecedores são hidráulicos e pressurizados e as molas helicoidais. Os freios são a disco ventilado na dianteira (305 x 28 mm) e sólidos na traseira (278 x 12 mm), o de estacionamento usa comando elétrico e a direção tem assistência elétrica.

Impressões

O teste drive promovido pela Jeep com a versão diesel aconteceu na região de Niterói (RJ). Apesar de ser um veículo preparado para o fora de estrada, ele oferece bastante conforto aos ocupantes, tanto para motorista como passageiros, inclusive dos bancos traseiros.

Renegade_Trailhawk-foto_Marcos_Camargo (20)Os instrumentos do painel são de fácil visualização e o equipamento multimídia bem intuitivo. Ai fica no gosto do usuário, ler o manual de instruções, ou ir descobrindo as funcionalidades.

Foi possível utilizar o carro em várias situações, na rodovia a potência e torque do propulsor diesel são excelentes. Ele desenvolve velocidade de maneira rápida. É bom utilizar o velocímetro digital, mais fácil de verificar a velocidade, pois é difícil segurar o Renegade a 60 km/h, por menos que aperte o acelerador, ele quer andar mais rápido.

Jeep RenegadeA relação de marchas da transmissão automática de 9 velocidades está bem ajustada, mesmo em situações que exigem um pouco mais de aceleração, as trocas são quase que imperceptíveis.

Renegade_Trailhawk-foto_Marcos_Camargo (22)E no fora de estrada, cumpre bem seu papel, supera obstáculos facilmente, enfrenta costelas e facões sem resistência, mas nestas situações, também é necessário conhecimento e pericia do motorista, pois barro e lama são obstáculos para quem conhece.

Renegade_Sport-foto_Marcos_Camargo (6)A Jeep quer a liderança do segmento com o Renegade, para atingir seu objetivo preparou três versões de acabamento, a de entrada Sport, custa R$ 69.900. O propulsor é o 1.8 E.TorQ Evo Flex, entrega 130 cv (G)/ 132 cv (E) com câmbio manual de cinco velocidades.

Renegade_Longitude-foto_Marcos_Camargo (23)Ao acrescentar a transmissão automática de 6 marchas o custo vai a R$ 75.900. Traz de série itens como: Alarme, rádio integrado ao painel com RDS, porta USB, Bluetooth, 6 alto-falantes , apóia-braço com porta-objetos, vidros e retrovisores elétricos, ar-condicionado, computador de bordo (distância, consumo médio, consumo instantâneo, autonomia), faróis e lanterna traseira de neblina, controle eletrônico anticapotamento, controle de estabilidade (ESC), inclusive para trailer (com engate Mopar), sensores de estacionamento traseiro, controles de velocidade de cruzeiro e de tração, rodas em liga aro 16’’e pneus 215/65, entre outros.

Renegade_Trailhawk-foto_Oswaldo_Luiz_PalermoE a opção 2.0 MultiJet II turbodiesel, o qual tem potência de 170 cv, com câmbio automático de 9 marchas sai por R$ 99.900.

Renegade_Longitude-foto_Marcos_Camargo (38)

A intermediária Longitude 1.8L, câmbio automático custa R$ 80.900, pelo 2.0 turbodiesel é cobrado R$ 109.900. E a Trailhawk, neste caso só 2.0 turbodiesel e câmbio automático de 9 velocidades custa R$ 116.900. Com motorização diesel a tração é 4X4.

Renegade_Longitude-foto_Marcos_Camargo (8)A partir da opção Longitude o ar-condicionado é automático dual zone, as rodas são em liga leve aro 17’’e os pneus 215/60. E o sistema de som usa tela de 5” touch, comando de voz e navegação GPS. Para buscar a liderança, a Jeep implantou 120 concessionárias no Brasil.

Renegade_Sport-foto_Marcos_Camargo (1)Renegade_Longitude-foto_Marcos_Camargo (29)Renegade_Trailhawk-foto_Marcos_Camargo (24)

autoagora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *