Avaliação: Novo Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021

Avaliação: VW Nivus Comfortline 2021
Avaliação: VW Nivus Comfortline 2021
16/04/2021
Avaliação: Fiat Toro Freedom Flex 2021 câmbio automático
Avaliação: Fiat Toro Freedom Flex 2021 câmbio automático
30/04/2021
Avaliação: Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021

Avaliação: Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021/ Foto: Saulo Mazzoni

Avaliação: Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021

Avaliação: Novo Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021/ Foto: Saulo Mazzoni

Com motor 1.0 Turbo de 3 cilindros, o SUV Chevrolet Tracker desempenha bem o papel de veículo utilitário esportivo

O visual é chamativo, tem bom espaço interno e de porta-malas, este é o novo Chevrolet Tracker, que chegou ao mercado brasileiro em março de 2020 e logo no primeiro mês de vendas entrou na lista de SUV’s compactos mais vendidos do País.

Avaliação: Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021

Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo tem os faróis com assinatura em LED e as setas no para-choque/ Foto: Saulo Mazzoni

 O visual dianteiro do Chevrolet Tracker traz faróis afilados com moldura em LED. Para interligá-los, uma barra cromada, espaçada pela gravata dourada, ou seja, a logomarca da Chevrolet, que está bem no centro.

Uma grande grade na cor preta reforça o visual esportivo, enquanto que, o para-choque é na cor da carroceria. Nas extremidades ressaltadas, as setas ou lâmpadas repetidoras em LED, E na parte inferior uma moldura na cor preta.

Avaliação: Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021

Lateral com vincos, os retrovisores têm as lâmpadas de seta/ Foto: Saulo Mazzoni

Nas laterais, o teto tem as barras, a área envidraçada é grande, colunas das portas com adesivo preto, friso cromado na base das janelas. Os vincos estão em toda a lateral. As caixas de rodas com molduras pretas se unem por uma barra inferior na mesma cor. As rodas são de liga leve 17 polegadas e os pneus 215/55 R17.

Avaliação: Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021

Traseira com lanternas que invadem a tampa do porta-malas/ Foto: Saulo Mazzoni

Ao observar a traseira, nota-se que um spoiler sai do teto, nele está acoplado o break light. O vidro é inclinado, e as lanternas em LED avançam para a tampa. No meio da tampa do porta-malas do Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo, está a logomarca. Abaixo os vincos em forma de trapézio. O para-choque é preto com refletores nas extremidades e uma peça cinza inclinada para o assoalho com a luz traseira de neblina.

Avaliação: Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021 Avaliação: Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021 Avaliação: Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021

Avaliação: Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021: Dimensões, capacidade do porta-malas e tanque

O SUV compacto da Chevrolet compartilha a mesma plataforma do Novo Onix e Novo Onix Plus. Ele tem 4,27 m de comprimento e 2 m de largura. Sendo assim, a distância entre-eixos é de 2,6 m e a altura 1,6 m. No porta-malas a capacidade é de 393 litros, o que pode ser ampliado, pois os bancos rebatem 60/40, e o tanque de combustível tem capacidade de 44 litros.

Avaliação: Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021

Motor 1.0 Turbo com a correia embebida em óleo

Avaliação: Novo Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021, motor e câmbio

Na versão Premier há duas opções de motores para o Chevrolet Tracker, o mais potente é o 1.2L Turbo,  já Avaliado por AutoAgora.com.br  e o 1.0L Turbo, destacado nesta reportagem.  Com 3 cilindros e 12 válvulas, ele tem potência de 116 cv a 5.500 rpm abastecido com etanol ou gasolina. O torque máximo é de 16,3 kgfm (G)/16,8 kgfm (E) disponíveis a 2.000 rpm. Este motor está acoplado ao câmbio automático de 6 marchas com o conversor de torque. Tanto o motor 1.2L como o 1.0L, utilizam a correia dentada, ou correia sincronizadora, banhada em óleo. Assim, vale a dica para o comprador do Tracker: É fundamental sempre utilizar o óleo recomendado pela GM, para não comprometer a vida útil do motor.

Avaliação: Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021

Chevrolet Tracker Premier com volante multifuncional revestido em couro/ Foto: Saulo Mazzoni

Avaliação: Novo Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021, interior

A versão topo de linha do Chevrolet Tracker 1.0 Turbo, traz nas portas e no volante, revestimento em couro, na mesma tonalidade dos bancos. O volante tem ajuste de altura e profundidade.

O painel de instrumentos em TFT de 3,5 polegadas mostra para o motorista as informações analógicas da velocidade e giro do motor, porém, ele pode também optar pelo mostrador digital. Ainda é possível visualizar as informações do computador de bordo, entre elas o consumo instantâneo, consumo médio, odômetro total e parcial e a marcha engatada, isso quando o motorista optar por trocas manuais através do botão colocado no pomo da alavanca do câmbio. 

Avaliação: Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021

Sistema MyLink que aceita Android Auto e Apple CarPlay/ Foto: Saulo Mazzoni

No centro do painel, o multimídia MyLink de 3ª geração. O sistema aceita parear até dois smartphones ao mesmo tempo. É compatível com os sistemas Android Auto e Apple Car Play. Traz ainda o carregador por indução, no qual, para os celulares com este acessório, o aparelho recebe carga sem conectar um cabo. Já, a partir do modelo 2022, não é necessário cabo para utilizar Android Auto ou Apple Car Play.

Todas as versões do SUV Chevrolet Tracker vêm com Wi-Fi nativo fornecido pela operadora Claro. Ele aceita até 7 dispositivos simultaneamente. O comprador do novo Chevrolet Tracker  escolhe o pacote de conectividade. Os preços dos pacotes variam de R$ 29,90 até R$ 89,90.

Ainda no interior do novo Tracker Premier 1.0 Turbo, o ar-condicionado é digital, os bancos são revestidos em couro com descansa braço, volante ajustável em altura e profundidade. O banco do motorista pode ser ajustado também em altura e o traseiro é bipartido.

Avaliação: Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021

Avaliação: Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021/ Foto: Saulo Mazzoni

Avaliação: Novo Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021, impressões ao dirigir e consumo de combustível

Quando o motorista tem o primeiro contato, ou seja, no modelo que está no showroom da concessionária, ao abrir a porta e sentar, a sensação é a de estar em um veículo confortável.

Na sequencia, antes de sair para o teste drive, vai perceber que é fácil ajustar os bancos, volante e os espelhos retrovisores. Por falar em ajuste dos bancos, a versão Premier, topo de linha, poderia ter comandos elétricos, pois este equipamento não figura entre os acessórios, nem mesmo como opcional.

Avaliação: Novo Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021 Avaliação: Novo Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021

Feitos os ajustes, a sequencia natural é colocar o pé no pedal do freio, posicionar a alavanca no ‘D’ e pressionar o acelerador. Não precisa de muita força para tirar o novo Tracker 1.0 Turbo Premier da posição estática. Porém, ao acelerar um pouco mais, o câmbio automático mostra um pequeno ‘Lag’, ou seja, demora um pouco para realizar a troca, mas não prejudica no caso de uma retomada. A melhor maneira de evitar é deixar desenvolver a velocidade progressivamente. Tem bom desempenho ao enfrentar uma subida, pois o torque máximo (16,3 kgfm-G/16,8 kgfm-E) está disponíveis a 2.000 rpm.

Avaliação: Novo Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021

Torque disponível a 2.000 rpm, não deixa o Novo Tracker perder o folego na subida/ Foto: Saulo Mazzoni

Em condições de rodagem urbana passa de maneira suave por buracos, valetas e lombadas, graças a calibração das suspensões, inclusive em trechos ondulados chacoalha pouco.

Nas manobras de estacionamento, o volante é macio, enquanto que os sensores espalhados pela carroceria são precisos e a câmera de ré projeta na tela do multimídia boa imagem para visualizar a traseira.

Avaliação: Novo Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021

Câmbio automático de 6 marchas e carregador por indução/ Foto: Saulo Mazzoni

Só é necessário ficar atento ao comando que desativa os sensores, pois o motorista pode pensar que estão acionados e confundir-se. Já o sistema que faz o Tracker Premier 1.0 Turbo estacionar sozinho é ativado ao toque de um botão, mas no caso de utilizá-lo em uma garagem de um prédio, por exemplo, a vaga deve estar bem demarcada.

Avaliação: Novo Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021

Avaliação: Novo Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021/Foto: Saulo Mazzoni

Ao entrar na rodovia, a potência e torque do motor mostra-se suficiente. Desenvolve velocidade facilmente. Quando é necessária uma retomada, o câmbio demora um pouco para agir, mas não compromete. Nestas condições a direção com assistência elétrica atende as necessidades alterna, de acordo com o uso, é firme, mas também é macia.

O consumo de combustível do Chevrolet Tracker 1.0 Turbo é de 8,2 km/L (E)/ 11,9 km/L (G) na cidade e 9 km/L (E)/ 13,7 km/L (G) na estrada, este consumo é o divulgado pela GM. O Tracker Premier 1.0 Turbo foi entregue abastecido com gasolina e rodou com o o ar-condicionado ligado. Nestas condições o consumo registrado no computador de bordo foi de 9.3km/L na cidade e 11,3 km/L estrada.

Avaliação: Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021

Ar-condicionado digital, sensores de estacionamento, Stra/Stop, sistema que estaciona sozinho, são itens de série na versão Premier

Avaliação: Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021, preço, itens de série e opcionais

O preço do Chevrolet Tracker Premier 2021 é de 121.070. Como é a opção topo de linha, traz todos os equipamentos e acessórios disponíveis . Entre os itens de segurança figuram os dois air bags obrigatórios e ainda os laterais e de cortina. Também possui o assistente de partida em aclive, controle de estabilidade e tração. Os freios são com o obrigatório ABS e sistema de distribuição de frenagem (EBD).

Outro item que integra o pacote é o Start/Stop, porém, ele pode ser desligado. Este sistema interrompe o funcionamento do motor quando o carro para em um semáforo, ou no anda e para do trânsito, por exemplo.

Já entre os itens exclusivos da versão Premier estão o alerta de colisão frontal, Easy Park (sistema de estacionamento automático), teto solar elétrico panorâmico e frenagem automática de emergência em baixa velocidade .

Avaliação: Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021

Serviços como Wi-Fi e OnStar acionados pelo multimídia/ Foto: Saulo Mazzoni

Além disso, a Chevrolet oferece o serviço On Star. O pacote Standard Connect é grátis, ele vem com diagnóstico do veículo, alertas do diagnóstico, notificações de manutenção, revisão para a concessionária e a condução inteligente. A outra opção é a Connect, ela custa R$ 59,90/mês. Vem com informações de diagnóstico e comandos remotos através do MeuChevrolet App, diagnóstico sob demanda, comandos remotos, navegação integrada, localização em tempo real e status do veículo. O Protect sai por R$ 69,90/mês, ele inclui resposta automática em caso de acidentes, serviços de emergência, recuperação veicular. No Road Service, há comandos remotos através do agente OnStar e Bom samaritano. E o Protect & Connect custa R$ 99,00/mês, por tanto, é o pacote completo, com todos os serviços.

A cor Azul Eclipse não tem custo adicional, porém, a sólida Branco Summit custa R$ 850,00 e as metálicas Cinza Satin Steel, Prata Switchblade, Preto Ouro Negro e Vermelho Chili custam R$ 1.600,00.

Avaliação: Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021

Avaliação: Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021/ Foto: Saulo Mazzoni

Quando foi lançado no inicio do ano passado, o Chevrolet Tracker imediatamente passou a figurar entre os utilitários esportivos mais vendidos. Em algumas ocasiões até liderou as vendas do segmento. Encerrou o ano com mais de 47.000 unidades vendidas, ou seja, na quarta colocação do segmento dos SUVs compactos.

Por: Edison Ragassi/ Fotos: Saulo Mazzoni

Ficha técnica Chevrolet Tracker Premier 1.0 Turbo 2021

Motor

Tipo: Dianteiro transversal

Numero de cilindros: 3 em linha

Válvulas: 12 (DOHC)

Taxa de compressão: 10,5:1

Injeção eletrônica de combustível: M.P.F.I.

Potência: 116 cv (G)/ (E) a 5.500 rpm

Torque: 16,3 kgfm (G)/ 16,8 kgfm (E) a 2.000 rpm

Câmbio

Tipo: Automático 6 marchas (GF6)

Freios

Dianteiros: Discos ventilados

Traseiros: Tambor

Direção: Assistência elétrica progressiva

Suspensões

Dianteira: Independente tipo McPherson

Traseira: Eixo torção, sem barra estabilizadora

Rodas: Liga leve17″

Pneus: 215/55 R17

Dimensões/ Capacidades

Comprimento: 4.270 mm

Distância entre-eixos: 2.570 mm

Largura: 2.044 mm

Altura: 1.624 mm

Porta-malas: 393 L

Tanque de combustível: 44 litros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *