Produção de veículos caiu em setembro

Faça a revisão na Nissan e ganhe dinheiro!
Faça a revisão na Nissan e ganhe dinheiro!
05/10/2021
VW produz 200 mil T-Cross e encerra a produção do Fox
VW produz 200 mil T-Cross e encerra a produção do Fox
07/10/2021
Produção de veículos caiu em setembro

Produção de veículos caiu em setembro/ Foto: Divulgação GM

O mês de setembro teve resultado negativo, mas no acumulado manteve alta

Levantamento divulgado pela ANFAVEA- Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores na manhã desta quarta-feira (06/09) mostrou que, em setembro foram produzidas 173,3 mil unidades de autoveículos.

Isso representa uma retração de 21,3% sobre as 220,2 mil de setembro de 2020. Nos nove meses de 2021, a indústria fabricou 1,649 milhão de unidades, sendo assim, o crescimento foi de 24% em relação ao volume de 1,330 milhão do ano passado.

Apesar dos resultados positivos no acumulado do ano, o número ainda está bem baixo do desejado e esperado. O volume fabricado positivo até setembro ocorreu por causa da produção de comerciais leves (+46,5%) e pelos caminhões (+103,7%).

ANFAVEA revisa projeções

Tendo como base os resultados obtidos nos 9 meses deste ano, a ANFAVEA revisou suas projeções para vendas, produção e exportação de veículos em 2021.

Isso porque a atual crise de fornecimento dos semicondutores tem impactado a fabricação de veículos no mundo todo. Calcula-se que a indústria automotiva global perderá de 7 a 9 milhões de veículos produzidos em 2021, o que significa retornar a níveis de 2020. A falta de insumos, aliada ao aumento de custos e dificuldades logísticas, também tem afetado diretamente a produção do setor no Brasil.

As vendas de veículos novos este ano podem variar de 2,038 milhões a 2,118 milhões, ou seja, com cenários de queda de 1% a crescimento de 3% na comparação com 2020.

E a produção deverá variar entre 2,129 milhões e 2,219 milhões, o que representará um aumento de 6% a 10% quando comparado com o ano de 2020. Já as exportações, nas estimativas da ANFAVEA, ficarão em um intervalo de 357 mil a 377 mil unidades, alta de 10% a 16%.

Luiz Carlos Moraes, Presidente da ANFAVEA, fala sobre o atual momento da indústria automobilística nacional e mundial. “Nunca havíamos tido tanta dificuldade em enxergar o cenário em curto prazo na indústria automotiva. As incertezas para garantir a produção de veículos é grande com a crise de fornecimento global. Estamos presenciando uma procura por parte dos consumidores para compra de novos produtos, mas não temos unidades para atender à demanda”, explicou.

Para finalizar, com estas perspectivas, o comprador que pretende adquirir um veículo novo, deve antes pesquisar, avaliar e fazer as contas, para assim concluir se é realmente o momento de realizar a compra.

Por: Redação-AutoAgora.com.br/ Foto: Divulgação GM

autoagora.com.br
autoagora.com.br
O AutoAgora.com.br é um site criado pelo jornalista e radialista Edison Ragassi. Ele trabalha em veículos de comunicação desde 1988. Em 2001 especializou-se no setor automotivo como um todo. Desde a fabricação do veículo até o pós-vendas, incluindo o mercado de reposição independente. O principal objetivo do AutoAgora.com.br é auxiliar o leitor na compra, conservação, manutenção, venda, compartilhamento ou aluguel de um automóvel. Nosso objetivo é levar ao internauta a melhor informação sobre o setor automotivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *