Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada

Avaliação: Toyota Corolla Altis Hibrido Flex
Avaliação: Toyota Corolla Altis Hibrido Flex
15/10/2020
Avaliação: Picape média Nissan Frontier XE 2020
Avaliação: Picape média Nissan Frontier XE 2020
10/11/2020
Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada

Com visual moderno, bom espaço interno e no porta-malas, direção elétrica e ar-condicionado, o sedã compacto atende as necessidades de uso urbano e profissional

Lançado em outubro de 2019, o sedã compacto Chevrolet Joy Plus, passou a integrar o mix de produtos da General Motors do Brasil como um modelo de entrada na marca. Porém, o sedã é o Chevrolet Prisma, que chegou ao mercado em 2013 e passou por facelift em 2016. Ele recebeu outro nome porque o novo Onix de produção brasileira (confira a Avaliação do Onix Premier), passou a ser um modelo global. Por isso optaram por manter o nome Onix nas carrocerias hatch e sedã, mas para diferenciá-los, a versão três volumes recebeu a designação Plus.

Como a GM obteve muito sucesso tanto com o Onix, como com o Prisma, ela não poderia deixar de lado estes resultados, assim, não parou de fabricar os modelos da geração anterior, eles foram reposicionados  para veículos de entrada, sendo assim, o hatch recebeu o nome de Joy e o sedã Joy Plus.

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada, nova grade e logo Chevrolet na cor preta

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada, com visual moderno

Apesar de ter chegado ao mercado em 2013 e passar por facelift em 2016, o sedã permanece com linhas modernas. E a Chevrolet não mudou apenas o nome do veículo. O Joy Plus teve o visual atualizado, em relação ao Prisma. Mudaram o capô. Ele tem grandes vincos nas extremidades. A pequena grade frontal perdeu os frisos cromados e a grade maior tem novo desenho. A versão Black, igual a avaliada, tem logo da Chevrolet, a tradicional ‘gravata’, na cor preta e usa os faróis com luz de posição em LED.

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada

Chevrolet Joy Plus, vincos nas laterais e espelhos retrovisores com retrovisor na cor preta

A lateral tem a área envidraçada grande, vinco que começa no farol, se estende por toda a lateral, passa por cima da maçaneta e termina na lanterna. Por ser um veículo de entrada, as rodas são de aço estampado 15 polegadas com calotas e os pneus 185/65 R15.

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada, break light embutido na tampa do porta-malas

A traseira vem com um ressalto na tampa do porta-malas, abaixo está a terceira luz de freio, o break light embutido na tampa. Abaixo dele um vinco que une as extremidades superiores das duas lanternas, aliás, elas não avançam para a tampa. O nome Joy aparece na parte inferior da tampa do lado esquerdo. O para-choque é na cor da carroceria, o que passa a impressão de o porta-malas e o para-choque serem uma só peça.

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada, interior funcional

O interior recebeu modificações. Mantiveram o painel que mescla informações digitais, como por exemplo, o velocímetro, odômetro parcial e total, e analógicas no mostrador do conta-giros. Também recebeu novo acabamento do painel central, nos painéis de porta e dos bancos, ainda ganhou a regulagem de altura. O ar-condicionado é mecânico e os comandos dos vidros elétricos estão colocados no console, próximos da alavanca do freio de estacionamento. Nos vidros traseiros os comandos são manuais.

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada

Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada, o multimídia é acessório

No entanto, o multimídia, o sensor de estacionamento traseiro e ajuste elétrico dos retrovisores externos, por exemplo, são oferecidos como acessórios. Mas ele traz a preparação para som.

A altura do sedã compacto é de 1,4 m, o comprimento total é de 4,2 m. Sua largura total é de 1,9 m e a distância entre-eixos de 2,5 m. E a capacidade do porta-malas do Chevrolet Joy Plus é de 500 litros.

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada

Chevrolet Joy Plus com motor 1.0 SPE/4 Eco

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada, motor, câmbio e consumo de combustível

O Chevrolet Joy Plus utiliza o motor 1.0 SPE/4 Eco, o qual traz soluções como as bobinas individuais nas velas. Ele está acoplado ao câmbio manual F17-6 HR de 6 marchas. Este conjunto entrega potência de 80 cv (E)/ 78 (G). O torque é de 9,8 kgfm (E)/ 9,5 kgfm (G). O Chevrolet Joy Plus faz por litro, abastecido com etanol 8,7 km/l na cidade e 10,9 km/l na estrada. Já ao abastecer com gasolina o consumo de combustível na cidade é de 12,9 km/l e 15,6 km/l na rodovia.

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada

Chevrolet Joy Plus, câmbio manual de 6 marchas

Estes dados são os validos no programa de etiquetagem veicular do Inmetro. Nesta Avaliação, o sedã compacto foi entregue pela GM para o AutoAgora.com.br abastecido com gasolina. No ciclo urbano, ar-condicionado ligado, ele consumiu 11,3 km/l e na rodovia 14,9 km/l.

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada, impressões ao dirigir 

Logo ao entrar, o motorista percebe que se trata de um veículo de fácil condução. Não há dificuldades para encontrar um bom posicionamento para dirigir. Como os ajustes dos espelhos retrovisores são mecânicos, o melhor é ajustá-los com o carro parado. Já o painel de instrumentos oferece ótima visualização. Ele foi inspirado nos mostradores de motos, o velocímetro digital é grande. Esta versão não tem computador de bordo, sendo assim, só há as informações básicas como odometro total, parcial e marcador de combustível. Mas ele tem o sensor TPMS, que avisa quando a carga do pneu está baixa.

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada

Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada, painel inspirado nos mostradores de motos

Ao acionar o motor, com a chave tipo canivete, nota-se que o isolamento acústico é bom, pouco ruído entra na cabine. Depois de engatar a primeira marcha, e tirar o sedã compacto da posição estacionária, o arranque é lento, mas não é necessário pressionar demais o acelerador para ele embalar. No decorrer do percurso, as trocas da marchas são macias, o câmbio está bem sincronizado. A sexta marcha dificilmente é utilizada no circuito urbano, pois ela é uma marcha de cruzeiro. Nesta Avaliação, por exemplo, ela foi utilizada nas Marginais Pinheiros e Tietê, vias rápidas da cidade de São Paulo, onde a velocidade média é de 90 km/h.

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada

Aliás, para auxiliar o motorista a obter o melhor aproveitamento energético, e assim economizar combustível, no painel há um indicador de mudança de marchas. Ele funciona indicando se a marcha deve ser posicionada para cima ou para baixo. O condutor vai sentir menor desempenho quando entrar em uma subida. Se não chegar embalado, é necessário trocar a marcha,

Ao entrar na rodovia, é fácil atingir a velocidade de 120 km/h e estabilizá-la na sexta marcha. Nestas condições, antes de realizar uma ultrapassagem, o melhor é reduzir a marcha, aumentar o giro do motor e depois da manobra realizada, voltar para a condição de cruzeiro.

As suspensões estão bem calibradas, confortável na cidade ao passar pelas imperfeições do asfalto e firme ao trafegar por uma rodovia. O sistema de direção com assistência elétrica é macio quando utilizado em manobras de estacionamento e passa segurança ao ser exigido nas curvas de alta em uma rodovia.

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada

 

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada, preço, itens de série e opcionais

O Chevrolet Joy Plus custa R$ 61.090, entre os itens de série para segurança do motorista e dos passageiros, ele traz: Airbag duplo, alarme anti-furto, cintos de segurança do motorista com ajuste de altura e aviso sonoro, ganchos de ancoragem para cadeiras de crianças no padrão ISOFIX e TOP TETHER. Os freios têm o ABS e sistema de distribuição de frenagem (EBD).

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada

Chevrolet Joy Plus, porta-malas com capacidade de 500 litros

Como acessórios a GM oferece o sistema multimídia, sensor de estacionamento traseiro e o ajuste eletrônico dos retrovisores externos. A cor metálica Preto Ouro Negro, não tem custo. Já as também metálicas Cinza Satin Steel, Prata Switchblade e Azul Eclipse custam R$ 1.600,00.  A cor sólida Branco Summit tem preço de R$ 750,00.

Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada  Avaliação: Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada

Com características de uso urbano, o Chevrolet Joy Plus o sedã de entrada, tem bom espaço interno e no porta-malas. Entre os concorrentes da mesma categoria é um dos que menos consome combustível, portanto, para quem procura um veículo que será utilizado no trabalho, por representantes comerciais, taxistas, motoristas de aplicativo, ou para quem quer um modelo que servirá para levar as crianças até a escola, ir ao supermercado, e até em reuniões sociais, ele atende estas necessidades.  

Por: Edison Ragassi/ Fotos: AutoAgora.com.br

Ficha técnica Chevrolet Joy Plus

Motor

Tipo: Dianteiro transversal

Numero de cilindros: 4 em linha

Válvulas: 8 (SOHC)

Taxa de compressão: 12:6

Injeção eletrônica de combustível: M.P.F.I.

Potência: 78 cv (G)/ 80 cv (E) a 6.400 rpm

Torque: 9,5 kgfm (G)/ 9,8 kgfm (E) a 5.200 rpm

Câmbio

Tipo: Manual 6 marchas

Freios

Dianteiros: Discos ventilados

Traseiros: Tambor

Direção: Eletro assistida progressiva

Suspensões

Dianteira: Independente tipo McPherson

Traseira: Eixo torção, sem barra estabilizadora

Rodas: Aço estampado 15″

Pneus: 185/65 R15

Dimensões

Comprimento: 4.275 mm

Distância entre-eixos: 2.528 mm

Largura: 1.964 mm

Altura: 1.477 mm

Capacidades

Porta-malas: 500 L

Tanque de combustível: 54 litros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *