Avaliação: VW Polo GTS

Peugeot 2008 com desconto e primeira parcela em 2021
Peugeot 2008 com desconto e primeira parcela em 2021
11/06/2020
BMW blindado de fábrica
BMW blindado de fábrica por R$ 79.900
16/06/2020
Avaliação: VW Polo GTS

Avaliação: VW Polo GTS

VW Polo GTS com motor 1.4 TSI Turbo de 150 cv, aceleração de 0 a 100 km/h em 8,4s e velocidade final de 207 km/h, traz de volta a tradição Volkswagen em fabricar modelos esportivos

Nesta avaliação do VW Polo GTS, vale lembrar a tradição da marca em desenvolver modelos esportivos no País. E tudo começou no inicio dos anos 1970, quando a fabricante de São Bernardo do Campo (SP), lançou o VW SP1/SP2, que foi totalmente desenvolvido no Brasil.

Avançando um pouco mais no tempo, em 1980, ela lançou o Gol e foi evoluindo o modelo. Já em 1984, a Volkswagen passou a produzir a versão esportiva do hatch compacto com a sigla GT. Já em 1987, ou seja, 7 anos após o lançamento do Gol, e também quando o carro alcançou a liderança em vendas, o GT foi substituído pelo VW Gol GTS.

Diferente do que as fabricantes costumam fazer, ou seja, esportivar o carro, ao incluir rodas diferentes, adesivos para mudar o visual, acabamento chamativo, a VW em todas estas investidas utilizou motores mais potentes do que os dos modelos convencionais comercializados por ela.

Avaliação: VW Polo GTS

Faróis, grade e pára-choque exclusivo para o Polo GTS

VW Polo GTS: Visual esportivo

Para trazer de volta a sigla GTS em seus carros, a VW optou por um veículo global, o Polo, fabricado na plataforma MQB.

Em relação ao Polo hatch, ele traz na dianteira, o faróis LED com identidade visual diferente do irmão convencional. Um filete vermelho atravessa a grade do tipo colméia e liga um conjunto ao outro.

O pára-choque dianteiro também é novo, com grade ao na parte central e luzes de neblina nas extremidades.

Avaliação: VW Polo GTS

Polo GTS com rodas exclusivas

Na lateral, adesivos pretos nas colunas, retrovisores pretos com lâmpadas repetidoras, sigla GTS na divisão da porta com o pára-lama e as rodas são de liga leve 17 polegadas, diamantadas, com pneus 205/50 R17.

A avaliação do VW Polo GTS mostra que, na parte traseira, para reforçar o visual esportivo, ele traz um defletor na tampa do porta-malas, o qual é pintado em preto brilhante.

Avaliação: VW Polo GTS

Lanternas com assinatura em LED e ponteira do escapamento dupla

A tampa tem um vinco que liga uma lanterna a outra, elas são em LED com assinatura noturna. No centro da tampa aparece o símbolo VW e do lado esquerdo a sigla GTS. O pára-choque é da mesma cor do carro. Na parte inferior uma grade preta e a saída de escape têm ponteira dupla cromada.

Avaliação: VW Polo GTS

VW Polo GTS com volante multifuncional e painel digital

VW Polo GTS: Painel digital de série e interior escurecido

A versão GTS do Polo traz de série o painel digital (Active Info Display) com detalhes na cor vermelha. Nele o motorista tem várias informações sobre a condução do veículo, inclusive mostra a velocidade digital, ainda é possível visualizar no centro o mapa do sistema GPS. 

Já a central multimídia com tela sensível ao toque de 8 polegadas tem o Android Auto, Apple Carplay, App-Connect e comando por voz. Traz um seletor tátil na tela e botão no console com os comando para alterar a performance do carro.

Avaliação: VW Polo GTS

Modos de condução mostrados no multimídia

Os modos disponíveis são: Eco, que privilegia a economia, Normal, ou seja, opera  sem interferências, Sport, o qual muda o comportamento da direção e controle de tração e ainda traz o som do motor para dentro da cabine e Individual, onde o motorista programa sua preferência de condução. Também há um mostrador de desempenho com informações da potência, turbo e força G. O volante multifuncional tem as costuras vermelhas e a sigla GTS no raio.

Avaliação: VW Polo GTS

O Polo GTS tem o interior escurecido

O VW Polo GTS tem no interior o teto, bancos e laterais das portas na cor preta. Os bancos são esportivos, e o apoio de cabeça é integrado, para remeter aos utilizados em carros de competição.

O revestimento dos bancos mescla tecido e couro. Nas linhas horizontais estão as referência aos dos modelos da década de 1980 com a sigla GTS no encosto. Os detalhes na cor vermelha também estão nas molduras das saías de ar e base da alavanca de câmbio.

Avaliação: VW Polo GTS

VW Polo GTS com motor 1.4L TSI Turbo de 150 cv

Avaliação: VW Polo GTS, motor câmbio e suspensões

As versões convencionais do VW Polo têm opção de motor 1.0L 200 TSI Turbo com 128 cv e o 1.6L 16 válvulas com 117 cv. Para o Polo GTS, o motor escolhido é o 1.4L 250 TSI Turbo com 150 cv de potência disponíveis entre 4.500-6.000 rpm e 25,5 kgfm (1.500-4.000 rpm), abastecido com etanol ou gasolina.

O câmbio é automático de 6 marchas com opção de trocas manuais na alavanca e borboletas no volante. Também em ralação ao modelo convencional, a suspensão dianteira do GTS tem a barra estabilizadora com diâmetro 1 mm maior, ou seja 21 mm, e na traseira o eixo é mais rígido.

Avaliação: VW Polo GTS

VW Polo GTS: Impressões ao dirigir e performance 

A primeira impressão que o motorista tem ao entrar no VW Polo GTS é de estar em um carro extremamente confortável, a começar pelo banco. Até parece que foi feito sob medida.

Depois disso, encontrar a posição ideal para conduzi-lo é fácil, não há dificuldades ao ajustar o banco, volante e retrovisores. Vale explorar as opções de informações a serem mostradas no painel, pois são várias e mesmo com o carro em movimento, elas podem ser alteras, por isso é importante ter afinidade com o sistema.

VW Polo GTS: Central multimídia com o comando de voz

Outro item que auxilia a não perder a concentração ao dirigir é o comando de voz que permite trocar as estações de rádio. Para utilizá-lo é só pressionar o botão no volante e solicitar a mudança.

Em termos de desempenho, ele agrada. O carro arranca rápido, não precisa pressionar o acelerador com força, um leve toque o faz sair rápido, mesmo na função Eco.

Avaliação: VW Polo GTS

Câmbio automático do VW Polo GTS bem ajustado

O câmbio, é o mesmo do Polo convencional, está bem ajustado. As mudanças são macias, precisas, ainda oferece o modo Sport e a opção de trocas manuais nas borboletas ao lado do volante e na alavanca. No modo Sport as mudanças ocorrem com o giro mais alto do motor.

O fato de não terem deixado o carro mais baixo, também não compromete a dirigibilidade, inclusive na rodovia. Com velocidade média de 120 km/h passa segurança ao motorista, mesmo quando é necessário entrar numa curva, ou realizar uma ultrapassagem.

Avaliação: VW Polo GTS

VW Polo GTS: Ajuste equilibrado também para a cidade

Carros esportivos geralmente são conhecidos por ter ajustes mais rígidos, suspensões duras, para oferecer melhor performance em alta velocidade.

Mas, no caso do Polo GTS, a Volkswagen procurou equilibrar estes acertos para ele oferecer conforto também no uso urbano, quando sabemos que o motorista precisa passar por buracos, valetas e lombadas.

No modo Eco, o sistema Start/Stop, que desliga o motor ao parar em um semáforo, é um excelente assessório que auxilia a economizar combustível.

VW Polo GTS: Consumo de combustível

Por falar em consumo de combustível do Polo GTS, o registrado pelo Inmetro no programa de etiquetagem veicular com gasolina é de 11,0 km/L (cidade)/ 13,7 km/L (rodovia). Com Etanol 7,5 km/L (cidade)/9,6 km/L (rodovia).

O carro entregue para a Avaliação do AutoAgora.com.br estava abastecido com gasolina. Com o ar-condicionado ligado o consumo foi de 10,6 km/L (cidade)/ 12,6 km/L na rodovia.  

VW Polo GTS: Bom em dois mundos

Assim é possível afirmar que o carro pode transitar em dois mundos, o do dia a dia para ir e voltar ao trabalho, buscar as crianças na escola, ir ao supermercado e à noite para a balada. Ele aparece bem, chama a atenção por causa do visual. Porém, aos finais de semana, quando chega o momento de cair na estrada, o proprietário do Polo GTS tem nas mãos um modelo que não irá decepcionar, pois o desempenho na rodovia é muito bom. O VW Polo GTS acelera de 0 a 100 km / h em 8,4 segundos. A sua velocidade máxima é de 207 km/ h.

Avaliação: VW Polo GTS

VW Polo GTS: Preço sugerido e opcionais

O valor do VW Polo GTS é de de R$ 102.500 com todos os itens descritos nesta Avaliação. Ele traz ainda o sistema de acesso e partida do motor sem chave, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros com câmera de câmera de ré. E o sistema de som Discover Media, com tela colorida de 8 polegadas sensível ao toque, navegação, App-Connect e comando por voz.

Avaliação: VW Polo GTS

Polo GTS com porta-malas de 300 litros

Também são itens de série o detector de fadiga, retrovisor interno eletrônico, sensores de chuva e crepuscular e o controlador de velocidade (piloto automático). Entre os itens de segurança estão os air bags dianteiros, laterais, de cortina e joelho para o motorista.

Avaliação: VW Polo GTS

No multimídia do Polo GTS um monitor de desempenho

Nesta avaliação: VW Polo GTS, vale destacar que o único opcional é sistema de som Beats, com alto-falantes, tweeters, subwoofer e amplificador. Sendo assim, ele custa R$ 2.450,00. Pela pintura especial é cobrado R$ 495,00 e a pintura metálica custa R$ 1.585,00. As cores sólidas são: Preto Ninja, Branco Cristal e Vermelho Tornado. E as metálicas: Prata Sirius, Azul Biscaia e Cinza Platina. Sendo assim o Polo GTS pode custar até R$ 106.535.

Avaliação: VW Polo GTS

VW Polo GTS com câmbio manual

Desde quando apareceu como protótipo no Salão do Automóvel de São Paulo em 2018,  os fãs do Gol GTS perguntavam se o Polo GTS teria a opção de câmbio manual.

Pelo menos por enquanto, a VW descarta esta possibilidade. Isso porque já é sabido que o consumidor que dispõe de mais de R$ 70.000 para adquirir um automóvel só tem interesse por modelos automáticos. Sendo assim, a fabricante optou por adotar o câmbio automático em seu esportivo, mas dá a oportunidade de realizar as trocas manuais sequenciais na alavanca, ou por borboletas no volante.

Os consumidores mais tradicionalistas continuam a afirmar que um esportivo legitimo tem que ter o câmbio manual.

Não vou discutir e nem contrariar, pois opinião é opinião, e gosto é gosto, mas deixo uma pergunta, a qual o leitor pode responder nos comentários. 

F1 não utiliza câmbio manual desde a metade da década de 1990

A F1, maior e mais moderna categoria de carros de corrida do mundo, não utiliza câmbio manual nos monopostos desde a metade da década de 1990, quando todas as equipes optaram pelo câmbio semi-automático, também conhecido como automatizado ou robotizado. Os pilotos não deixam de trocar as marchas, porém a troca é feita por meio de borboletas no volante. Sendo assim, por que um esportivo de rua precisa como o VW Polo GTS precisa ter câmbio manual?

Por: Edison Ragassi/ Fotos: Saulo Mazzoni

Assista o vídeo com as impressões ao dirigir do VW Polo GTS 1.4 TSI Turbo

Ficha técnica VW Polo GTS

Motor: 1.4l TSI

Tipo: 4-cilindros em linha, transversal

Cilindrada: 1.395 cm³

Injeção de combustível: Direta na câmara de combustão

Potência: 150 cv a 5.000 rpm (G)/ 150 cv entre 4500-6000 rpm (E)

Torque: 25,5 kgfm 1.500-3.800 rpm (G)/ 25,5 kgfm 1.500-4.000 rpm (E)

Tração: Dianteira

Câmbio: Automático, 6 marchas com conversor de torque

Suspensões

Dianteira: Independente McPherson

Traseira: Eixo interdependente

Freios

Dianteiros: Disco ventilado

Traseiros: Disco sólido

Rodas: Liga leve 17”

Pneus: 205/50 R17

Dimensões

Comprimento: 4.068 mm

Distância entre-eixos: 2.564 mm

Largura: 1.964 mm

Altura: 1.477 mm

Capacidades

Porta-malas: 300 litros

Tanque de combustível: 52 litros

1 Comment

  1. Obrigado por compartilhar. Bobbe Henri Eddra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *