Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico

Avaliação: Novo Citroën C3 Aircross Shine 1.0 Turbo 2024 Rodovia
Avaliação: Novo Citroën C3 Aircross Shine 1.0 Turbo 2024
10/06/2024
Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico- Foto: Rodolfo Buhrer / La Imagem / Renault

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico

SUV elétrico importado da França tem visual futurista, a mais moderna tecnologia. Ele é muito bom para guiar!

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico

Por: Edison Ragassi

Sem dúvida, o Renault Megane é um dos automóveis de maior sucesso da fabricante francesa. O modelo foi lançado em 1995 e recebeu vários tipos de carroceria. No Brasil, ele chegou em 1998, importado da Argentina, como pode ser confirmado na postagem: “A evolução do Renault Megane desde o seu lançamento”. Sendo assim, ao entrar na  eletrificação, a fabricante francesa não poderia deixar o icônico modelo de fora desta modernidade, por isso desenvolveu e comercializa o Renault Megane E-Tech 100% elétrico.

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico Frente

Desenho futurista na frente do Renault Megane E-Tech e novo logotipo da marca bem ao centro

Como não poderia deixar de ser, o visual do Renault Megane E-Tech é futurista, as linhas arredondadas prevalecem, a começar pelo desenho da frente. O capô é arqueado com vincos na parte superior. Os faróis Full-LED são afilados e ligados ao novo símbolo da marca denominado o “Nouvel’R”, por frisos cromados. As luzes diurnas em LED são lâminas colocadas nas laterais, elas juntam-se aos frisos colocados no para-choque. A grade de refrigeração do sistema elétrico de propulsão está na parte inferior do para-choque, e as luzes de neblina nas molduras das extremidades.

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico Lateral

Vincos na lateral, retrovisores na cor preta e rodas 18 polegadas reforçam o visual esportivo -do Megane E-Tech

Seguindo a linha da dianteira, o desenho lateral do Renault Megane E-Tech também é arredondado. O teto é preto, a área envidraçada tem frisos cromados na parte superior. Na inferior os frisos são pretos, mesma cor dos apliques das colunas e capas dos retrovisores. Outro toque de modernidade está nas maçanetas das portas. Elas são na cor da carroceria, porém, ficam embutidas, elas escamoteiam quando o motorista se aproxima com o cartão de ignição. Isso mesmo, o crossover elétrico tem um cartão no lugar da tradicional chave. As rodas são de liga leve 18 polegadas têm desenho exclusivo e são calçadas com pneus 195/60 R18.

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico Traseira

O conjunto de iluminação traseira se destaca no Renault Megane E-Tech. Foto: Rodolfo Buhrer/La Imagem/Renault

O desenho da traseira do carro elétrico Renault Megane E-Tech tem um aerofólio preto que sai do teto, o vidro é pequeno e as lanternas em LED seguem o desenho do sistema de iluminação frontal. São afiladas, avançam pela tampa do porta-malas na direção do símbolo da Renault que está no centro. Logo abaixo dele a inscrição Megane idêntica o modelo. O para-choque traseiro é na mesma cor da carroceria na parte superior. A parte central tem a cor preta e na inferior estão a luzes de ré e refletores.

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico Interior dianteiro Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico Interior traseira

Megane E-Tech interior espaçoso e funcional

A chegada dos veículos elétricos trouxe também uma nova maneira de pensar e construir carros. A principal característica desses modelos é a de serem sustentáveis, ou seja, que não agridam o meio ambiente, não só por não soltar fumaça pelo escapamento, mas também quando for necessário descarta-lo. Por isso, o interior do elétrico Megane E-Tech utiliza matérias recicláveis no interior. O painel de bordo é revestido de material têxtil. Enquanto que o contorno superior do painel e a moldura superior dos painéis das portas utilizam revestimento em Alcântara. Por sua vez, os bancos misturam revestimento premium e material têxtil, o qual, segundo a Renault, é 100% reciclado e os porta-objetos nos painéis das portas são forrados com carpete.

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico Painel

Painel do Renault Megane E-Tech elétrico totalmente digital. Materiais de acabamento recicláveis

Por se tratar de um veículo futurista, o Megane E-Tech tem painel de instrumentos 100% digital com tela de 12,3 polegadas, além disso, a tradicional chave foi substituída por um cartão/sensor de proximidade. O volante multifuncional é esportivo, também revestido de material premium. A localização da alavanca de marchas está atrás da direção e a instalação do botão de controle do sistema Multi-sense no volante foram projetados para liberar ainda mais espaço entre os dois bancos dianteiros, assim foi possível a instalação um porta-objetos aberto com uma capacidade de 7 litros.

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico Volante multifuncional

Renault Megane E-Tech, volante multifuncional revestido com material premium- Foto: Rodolfo Buhrer/La Imagem/Renault

O porta-garrafas de dois litros e o porta-objetos com capacidade para três litros está localizado abaixo do apoio de braço central, ele pode deslizar por 55 cm. Na metade do painel está a tela multimidia sensível ao toque de 9 polegadas. Para carregar o celular sem a necessidade de conectar um cabo, há um suporte no centro do painel. Ele aceita espelhar por Android Auto, ou Apple Car Play.    

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico Porta-malas Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico- Porta-malas Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico- Porta-malas

Dimensões e capacidades Renault Megane E-Tech

O Renault Megane E-Tech elétrico é montado na nova plataforma modular CMF-EV, a qual permite também montagem de modelos híbridos e com motor a combustão. O comprimento do Megane E-Tech é de 4,20 m e a distância entre-eixos de 2,68 m, enquanto que a largura é de 2,05 m, incluindo os retrovisores e a altura 1,51 m. Por sua vez, a capacidade do porta-malas é de 440 litros, a qual pode ser ampliada ao rebater totalmente os bancos. A versatilidade fica por conta do rebatimento 60/40 ou 40/60.

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico Motor

Motor elétrico do Renault Megane E-Tech é produzido na França e Japão

Motor Renault Megane E-Tech  

O Renault Megane E-Tech tem motor que entrega 220 cv de potência e 30,6 kgfm de torque imediato. São quatro níveis de frenagem regenerativa. Ele foi desenvolvido pela Aliança, também é utilizado por seus diferentes parceiros e produzido em duas fábricas, no Japão para a Nissan e em Cléon, na França, para a Renault, no caso esse segundo que é exportado para o Brasil. Conhecido como motor Síncrono Eletricamente Excitado (EESM), ele é usado consistentemente pelo Renault Group e pela Aliança Renault/Nissan nos últimos 10 anos e continuará a servir a marca no futuro.

Assista no Streaming Auto+ TV: As diferenças ao realizar a manutenção no Renault Megane E-Tech e Renault Duster 

Possui melhor potência em comparação com motores de ímã permanente e não requer metais de terras raras, reduzindo assim o impacto ambiental e o custo da produção em larga escala. Graças ao design otimizado, este motor é compacto, pesando 145 quilos (incluindo a transmissão). A aceleração é instantânea e permiti que o Megane E-Tech realize um 0 a 100 km/h em apenas 7,4 segundos. A bateria é de 60 kWh e pesa 395 quilos. Ela é composta de 12 módulos de 24 células cada, distribuídos em duas camadas, com garantia de 8 anos ou 160.000 km.

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico- Foto: Rodolfo Buhrer / La Imagem / Renault

Impressões ao dirigir Renault Megane E-Tech

Antes de guiar o Renault Megane E-Tech, vale comentar que, logo ao visualizar o carro elétrico francês, percebe-se que se trata de um modelo arrojado e bem diferente dos outros que a marca comercializa no Brasil, como por exemplo o Renault Duster, Kwid, Kwid E-Tech, Stepway, Logan ou a picape Oroch. Depois disso, vale analisar com o carro parado, todas as funções e dispositivos tecnológicos para auxilio ao motorista, conforto dos ocupantes e principalmente a regeneração da bateria, pois ele oferece quatro modos de condução. Eles são pré-programados (Eco, Confort, Sport e Perso).

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico Painel digital

Painel muda as cores de acordo com a opção de condução escolhida no Renault Megane E-Tech elétrico

Nos paddle-shifters localizadas atrás do volante, o condutor controla a regeneração da bateria ao frear, ou melhor tirar o pé do acelerador. No nível 0 ele está sem frenagem recuperativa, já no nível 3 a recuperação é máxima e freio do motor otimizado. Feito o reconhecimento, basta pisar no pedal do freio, apertar o botão e o carro está ligado. E aqui é preciso avisar, não pise fundo no acelerador, pois ele arranca rápido e forte com pouca pressão do pé direto.

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico- Movimento

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico- Foto: Rodolfo Buhrer / La Imagem / Renault

Ele tem boa altura em relação ao solo, já que não raspa o assoalho ao passar por valetas e lombadas. Também é confortável no asfalto ondulado, pois as suspensões estão acertadas para as nossas condições de rodagem, mesmo sendo um veículo importado.

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico Movimento

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico-Foto: Victor Eleutério / La Imagem / Renault

O Renault Megane E-Tech é esperto ao entrar na estrada, desenvolve velocidade constante com pouca pressão no acelerador. Muito ágil e estável nas curvas, até as mais severas. Ele tem assistência de direção elétrica a qual é macia quando realiza uma manobra de estacionamento, porém firme ao entrar em uma curva. O carro elétrico Renault Megane E-Tech é muito bom para guiar, tanto na cidade como na estrada. E para quem sente falta do ‘barulho’ do motor, ele oferece vários sons que caracterizam o modelo elétrico é só se acostumar.

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico Carregamento

Renault Megane E-Tech pode ser carregado em vários tipos de tomadas ou carregadores. Foto: Rodolfo Buhrer / La Imagem / Renault

Autonomia Renault Megane E-Tech 

O Megane E-Tech tem uma autonomia de até 495 km no uso urbano e 463 km no rodoviário, segundo a norma SAE J1634, utilizada pelo Inmetro. No uso misto, a autonomia é de 481 km na SAE J1634 e 337 km no PBEV (Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular). O valor do PBEV é calculado com uma redução de 30% na autonomia de uso misto da norma SAE J1634.

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico

Carregamento mostrado no multimídia do Renault Megane E-Tech

Tipos de carregadores para o Megane E-Tech

o Megane E-Tech 100% elétrico é compatível com as infraestruturas de recarga em corrente alternada (AC):

Tomada doméstica de 10A/2,2 kW (mono e bifásico)

Terminal doméstico de 32A/7,4 kW (mono e bifásico)

Terminal doméstico ou público de 16A/11 kW (trifásico)

Terminal público de 32A/22 kW (trifásico).

Ele também é compatível com as infraestruturas de recarga em corrente contínua (DC) de até 130 kW (sistema de recarga combinado). Por exemplo, para carregar dos 15% até 80% da carga da bateria em DC 130 kW são necessários apenas 36 minutos e em um Wallbox de 22 kW leva 1h50.

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico

Preço e itens de série elétrico Renault Megane E-Tech

O preço do Renault Megane E-Tech 100% elétrico é R$ 279.900. Ele é o primeiro modelo da Renault comercializado no Brasil com o sistema ADAS de auxílio ao motorista. Entre os itens de série ele é esquipado com alerta de saída de faixa (LDW), o alerta de pontos cegos (BSW) e o assistente de manutenção de faixa (LKA). Este último associa os dados da câmera frontal e dos radares laterais, reposicionando o veículo automaticamente na faixa se for detectado um risco de colisão frontal ou lateral ao iniciar uma ultrapassagem, ou se o carro começar a sair da faixa. Ele funciona de 65 a 160 km/h (velocidade máxima do veículo limitada eletronicamente) para as ultrapassagens com risco de colisão lateral e risco de saída da faixa, e de 65 a 110 km/h para as ultrapassagens com risco de colisão frontal. Traz ainda o sistema de frenagem automática de emergência em marcha a ré (Rear AEB), alerta de tráfego cruzado traseiro, ele funciona em marcha a ré em velocidade de 3 a 10 km/h.

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico- Multimídia

No multimídia do Renault Megane E-Tech várias funções e confuguração do carro/ Foto: Rodolfo Buhrer / La Imagem / Renault

Integra o pacote de tecnologias o Occupant Safe Exit (OSE), o qual emite um alerta quando um ocupante abre a porta para sair enquanto um ciclista, moto ou veículo esteja se aproximando, para evitar qualquer choque contra a porta do veículo. Vem com os sensores de proximidade frontais e traseiros e a câmera, Smart Rear View Mirror (retrovisor por meio de câmeras), ela é posicionada no topo do vidro traseiro.

Piloto automático adaptativo é item de série no Megane E-Tech

Ainda entre os itens de série figura o piloto automático adaptativo com Stop&Go. Para completar ele tem os sensores de chuva, luminosidade, incluído farol alto e baixo automático, sensores de temperatura externa, estacionamento frontais, laterais e traseiros e fadiga, airbags frontais e laterais de cortina e freios ABS. As cores disponíveis são Cinza Schiste, Cinza Rafale, igual a avaliada e Azul Nocturne, todas sem custo adicional.

Quanta custa fazer a revisão do Renault Megane E-Tech

A Renault oferece revisões com preço fixo, sendo assim o preço da revisão de 10.000 km do Megane E-Tech Elétrico é R$ 407,15, enquanto que a de 60.000 km custa R$ 1730,26. Para comparar, o custo da revisão de 10.000 km do Renault Duster 1.6 SCe 2024 é R$ 606,41 e a de 60.000 km sai por R$ 737,75.

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico

Avaliação: Renault Megane E-Tech elétrico

 Ficha técnica Renault Megane E-Tech Elétrico

Motor elétrico

Características: Síncrono Eletricamente Excitado (EESM)

Alimentação: Baterias de íon-lítio

Bateria: 60 kWh

Tração: Dianteira

Potência: 220 cv

Torque: 30,6 kgfm

Câmbio Renault Megane E-Tech Elétrico

Tipo: Uma marcha à frente e uma à ré

Direção

Tipo: Assistência elétrica

Suspensão Renault Megane E-Tech Elétrico

Dianteira: McPherson, roda tipo independente e molas helicoidal.

Traseira: Independente multibraço

Rodas: Liga leve 18”

Pneus: 195/60 R18

Freios Megane E-Tech Elétrico

Dianteiros: Discos ventilados

Traseiros: Disco sólido

Dimensões/Capacidades Renault Megane E-Tech Elétrico

Comprimento: 4.200 mm

Largura: 1.768 mm

Distância entre-eixos: 2.685 mm

Altura: 1.519 mm

Porta-malas: 440 litros

Peso: 1.680 kg

Ocupantes: cinco

Autonomia Renault Megane E-Tech: Uso misto 337 km no PBEV

Colaborou:
Renault do Brasil

autoagora.com.br
autoagora.com.br
O AutoAgora.com.br é um site criado pelo jornalista e radialista Edison Ragassi. Ele trabalha em veículos de comunicação desde 1988. Em 2001 especializou-se no setor automotivo como um todo. Desde a fabricação do veículo até o pós-vendas, incluindo o mercado de reposição independente. O principal objetivo do AutoAgora.com.br é auxiliar o leitor na compra, conservação, manutenção, venda, compartilhamento ou aluguel de um automóvel. Nosso objetivo é levar ao internauta a melhor informação sobre o setor automotivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *